Manutenção de relógios: Preserve o seu com Machado Joalheiro!

A manutenção de relógios é uma tarefa imprescindível para garantir um longo e fiável ciclo de vida dos mesmos. Se deseja preservar a existência das suas peças de relojoaria, aproveite para conhecer os procedimentos correntes e necessários para a sua conservação.

A importância vital da manutenção de um relógio

Um relógio transcende, em grande medida, aquilo que poderá ser definido como uma mera obra de arte técnica. Nesse sentido – e à semelhança de qualquer mecanismo de precisão –, trata-se de um objeto merecedor dos melhores cuidados.

De forma a assegurar o seu bom funcionamento por um longo período de tempo, os relógios devem ser verificados regularmente por especialistas, utilizando apenas peças originais e tendo em consideração as especificações do fabricante.

Desenvolvida e manufaturada para perdurar, a alta relojoaria constitui uma verdadeira expressão de uma cultura peculiar originária da Europa. O seu coração – o movimento – necessita, naturalmente, de cuidados diferenciados e de uma manutenção adequada.

As diferentes etapas do processo de manutenção de relógios

1. Identificação

A primeira etapa a considerar no decorrer do processo de manutenção de um relógio é, previsivelmente, a sua identificação. Em função do número individual da peça de relojoaria, é possível garantir os procedimentos de manutenção e o tipo de reparação ideais para as suas características.

2. Diagnóstico técnico

Numa fase imediatamente posterior, é realizado um diagnóstico de caráter técnico, no qual será feita uma apreciação exaustiva ao equipamento. No seu decorrer, será verificado o estado da caixa, da pulseira e do movimento, para aferir as intervenções a executar.

3. Desmontagem

No plano da ação propriamente dita, a remoção da pulseira e a abertura da caixa requerem cuidados redobrados. Note-se que os movimentos de maior complexidade são compostos por centenas de peças.

4. Limpeza e substituição de peças

A limpeza assume um peso enorme na conservação do equipamento. É após esta operação que as peças do movimento podem ser analisadas em detalhe. Então, o relojoeiro terá a possibilidade de substituir todas as peças danificadas ou que possam interferir com o correto funcionamento do relógio.

5. Lubrificação

Mais tarde, óleos com distintos níveis de viscosidade são aplicados nos componentes e nos pontos a determinar. É de referir que os diferentes componentes da peça de relojoaria requerem o uso de óleos específicos.

6. Deteção de erros ou desvios de precisão

Durante o processo de manutenção de relógios, o relojoeiro tem a possibilidade de detetar eventuais erros que possam persistir. Recorre, para tal, a um crono-comparador eletrónico, capaz de identificar também desvios de precisão.

Neste âmbito, é importante referir que um relógio mecânico de qualidade tem um desvio máximo de -5 a +10 segundos por dia. O Controlo Oficial dos Cronómetros Suíços exige uma taxa de desvio máxima entre -4 e +6 segundos/dia. Existem ainda marcas que aplicam controlos mais restritivos.

7. Regulação

Procurando garantir um ajustamento perfeito, é regulado o balanço do relógio, através de testes de cariz intensivo combinados com um período de observação pelo relojoeiro.

8. Tratamento e montagem da caixa

Na reta final do procedimento, o relógio é lavado com um banho de ultrassons e os componentes da caixa que se encontrem danificados são substituídos. Esta é depois tratada e polida manualmente, recuperando a sua aparência original, e montada novamente, com a substituição de todos os vedantes.

9. Teste de estanquicidade

O teste de estanquicidade, efetuado com o auxílio de máquinas especiais, é uma etapa que integra qualquer processo de manutenção de relógios.

O suor, os raios UV e até as poeiras e cosméticos podem comprometer o bom estado dos vedantes e, consequentemente, a estanquicidade dos relógios. Como tal, esta característica deve ser verificada anualmente, a fim de assegurar a perfeita conservação da peça de relojoaria.

10. Controlo de qualidade e garantia

Todos os passos deste amplo procedimento são exaustivamente controlados durante e após a intervenção. Por último, os parâmetros fundamentais são revistos duplamente pelo relojoeiro, que atribui às revisões e reparações um ano de garantia. Note-se que a mesma não é válida caso o relógio seja aberto por pessoas não autorizadas ou perante danos ou desgaste causados por tratamento inapropriado da peça.

Machado Joalheiro disponibiliza um serviço de product care de excelência para relógios, pérolas e joias. Com quase 140 anos de história, integra o Maastricht Group, formado por joalheiros independentes e especialistas em relógios que se pautam pela maior competência e responsabilidade na manutenção e reparação destas peças.